Porto Seguro

Polícia Civil identifica suspeito de matar índio pataxó em Porto Seguro

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar a morte do indígena da tribo Pataxó, Vitor Braz de Souza, 22 anos, assassinado a tiros, nesta segunda-feira (14), na localidade de Ponta Grande, em Porto Seguro. O autor dos disparos já foi identificado e é procurado. Segundo o delegado Wendel Ferreira, responsável pelas investigações, cinco testemunhas foram ouvidas. […]


A Polícia Civil abriu inquérito para apurar a morte do indígena da tribo Pataxó, Vitor Braz de Souza, 22 anos, assassinado a tiros, nesta segunda-feira (14), na localidade de Ponta Grande, em Porto Seguro. O autor dos disparos já foi identificado e é procurado.

Segundo o delegado Wendel Ferreira, responsável pelas investigações, cinco testemunhas foram ouvidas.

“Já temos o nome do suspeito e já estamos fazendo diligencia. Vamos esperar para qualificar ele direito e pedir a prisão”, disse o delegado.

O corpo de Vitor foi enterrado na tarde desta segunda-feira. A vítima era uma das jovens lideranças da tribo na região, foi morto após reclamar do som alto durante a realização de uma festa, que acontecia nas proximidades da praia da Ponta Grande.

De acordo com os pataxós, a área onde acontecia o evento é um território indígena ainda não homologado.

A Polícia Civil diz que o autor teria efetuado os tiros após Vitor reclamar do volume de um som. Ainda segundo a policia, agentes seguem nas buscas para prender o autor do crime.

Após ser baleado, Vitor chegou a ser encaminhado para o Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O jovem era atuante no movimento Indígena, e participava de diversas mobilizações. Segundo outras lideranças pataxós, o filho de Vitor nasceu há pouco mais de 30 dias. O jovem era neto do primeiro cacique da aldeia Novos Guerreiros, e neto da pajé Japira.

A festa que resultou na morte de Vitor foi chamada de Sigilo Fest. No entanto, um dos produtores do evento, Bell Cast, se manifestou nas redes sociais sobre o ocorrido e lamentou a morte de Vitor. Segundo o promotor da festa, o crime não ocorreu dentro da área do evento, ainda assim, ele se colocou à disposição para ajudar na resolução do crime e reforçou o pedido por justiça.

“Aconteceu uma coisa bem triste no evento e quero deixar bem claro que eu e o pessoal que fizemos a festa lá estamos à disposição para descobrir quem foi que fez. O pessoal da casa não esclareceu que ali era uma área indígena, mas vieram até a a gente e acabou mais cedo, mas infelizmente acabou acontecendo algo muito difícil”, disse o influenciador em uma série de stories em sua página nas redes sociais.

“Quero dizer ao pessoal indígena que contem comigo. Infelizmente essa é uma situação muito difícil para o pessoal e para gente. É uma situação irreversível. Aconteceu longe do evento, mas aconteceu e merece justiça. O evento não teve nada a ver com isso. Aconteceu próximo, mas não foi dentro do evento”, completou Bell Cast.

Segundo testemunhas, o jovem e outros indígenas foram até o local onde estava sendo realizada a festa, pedir para o organizador diminuir o volume do som.

“Ontem a noite, estavam fazendo uma festa particular no território. E existe um regimento que diz que as festas não podem passar do horário e as lideranças que estavam perto pediram para parar o barulho e ele não voltou vivo para casa”, disse o cacique Syratã Pataxó.

Protesto

Revoltados com o crime, na manhã desta segunda-feira, indígenas destruíram a cabana onde a festa foi realizada e fecharam a BR-367, entre Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália. Um longo engarrafamento se formou na rodovia. A única ligação entre as duas cidades.

“Estamos reivindicando justiça foi uma vitima do nosso povo, sangue nosso derramado. Esperamos que a polícia chegue a pessoa que tirou a vida do nosso parente. Dentro do nosso território, não aceitamos isso”, afirmou o cacique Syratã Pataxó.

Por Via41

. . .

Leia também:

Porto Seguro: Sindibancários mobiliza ato em busca de valorização da categoria

O Sindibancários (Sindicato dos Bancários do Extremo Sul da Bahia), fizeram um ato na manhã desta quinta-feira (4) nas agências de...

Porto Seguro e Salvador aparecem como os principais destinos turísticos

Os principais aeroportos baianos tiveram aumento de 58% no tráfego de passageiros, durante o primeiro semestre deste ano, se comparado ao...

PRF apreende submetralhadora de fabricação caseira e recupera caminhonete tomada de assalto na zona rural de Porto Seguro

Na noite da ultima sexta-feira (29), uma equipe da PRF fazia ronda ao longo do trecho da BR 101, em Eunápolis, quando foi informada de um...

Foragido é preso no ES por esquema de propina para licenças ambientais em Porto Seguro

Um fiscal ambiental, foragido desde fevereiro, por envolvimento em esquema de propina para licenças ambientais em Porto Seguro, foi preso...

Servidor da prefeitura de Porto Seguro é morto a tiros; crime provoca correria no centro da cidade

Um servidor da Secretaria de Administração de Porto Seguro foi morto a tiros na tarde desta terça-feira (5), no centro da cidade...