Navios são destinados para proteger Sul da Bahia das manchas de óleo

Objetivo é ampliar cobertura e recolher manchas na água.


31 de outubro de 2019 09:46
Foto: Manu Dias/GOVBA – Objetivo é ampliar cobertura e recolher manchas na água.

O Grupo de Avaliação e Acompanhamento (GAA), formado pela Marinha do Brasil (MB), Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) por meio de nota, comunicou nesta quarta-feira (30) que observou deslocamento de vestígios de substâncias oleosas em direção ao sul da Bahia.

O monitoramento na área do entorno do Arquipélago de Abrolhos está sendo intensificado com a destinação de navios para cobrirem uma área de cerca de 22 mil quilômetros quadrados. Os navios ficarão posicionados em alto mar monitorando e recolhendo resíduos para evitar que cheguem aos municípios de Santa Cruz Cabrália, Porto Seguro, Prado, Alcobaça, Nova Viçosa e Mucuri.

De acordo com a nota, na manhã desta quarta-feira (30) militares e técnicos do IBAMA sobrevoaram a região, em uma aeronave da Petrobras. O esforço no mar envolve ainda a mobilização de barcos pesqueiros, bem como todas as embarcações em trânsito na região, que serão orientadas pelo canal de rádio dos navios da Marinha nas proximidades.

 Em paralelo, o IBAMA mantém o monitoramento por satélite na região sul da Bahia. E, diariamente, equipes de militares monitoram a área costeira, por terra, em coordenação com órgãos ambientais e prefeituras da região, participando da limpeza de resíduos porventura encontrados nas praias.