Câmara de vereadores de Porto Seguro aluga painel 50 mil mais caro que o valor de compra

Aumenta ainda mais as suspeitas sobre o contrato de locação do painel de votação que a Câmara de vereadores de Porto Seguro contratou neste ano de 2018. Pode não ser ilegal, mas é imoral o valor do contrato do serviço em Porto Seguro. De acordo com o contrato numero 008/2018, publicado no Diário Oficial no […]


26 de fevereiro de 2018 14:34

Aumenta ainda mais as suspeitas sobre o contrato de locação do painel de votação que a Câmara de vereadores de Porto Seguro contratou neste ano de 2018. Pode não ser ilegal, mas é imoral o valor do contrato do serviço em Porto Seguro.

De acordo com o contrato numero 008/2018, publicado no Diário Oficial no ultimo dia 31 de janeiro, a Câmara municipal de Porto Seguro, locou com a empresa Visual Sistemas Eletrônicos, com sede em Belo Horizonte, um painel de votação, pelo valor de R$ 180.000,00 anual, ou seja, R$ 18.000,00 mensal, já que estamos no final de fevereiro e o painel ainda não entrou em funcionamento.

O valor, que já foi mostrado ser suficiente para comprar 60 televisores de led, 50 polegadas, smart TV, definição 4K, só com o aluguel de um ano, ficou agora mais intrigante, quando um contrato de compra feito com a mesma empresa e a câmara municipal de Teixeira de Freitas.

No processo licitatório contrato 025/2017, a câmara municipal de Teixeira, comprou e pagou um painel de votação, da mesma empresa, que já esta em funcionamento por R$ 129.000,00; ou seja, a câmara de Teixeira, pagou 51 mil reais a menos que a de Porto pagará em 10 meses de aluguel.