Porto Seguro: vereador Dilmo Santiago chama opositores da prefeita de “filhos da p*”

A cobrança de um taxa de turismo que passou a vigorar recentemente para visitantes de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, tem gerado críticas. As taxas variam de R$ 100 a R$ 2,5 mil para veículos de excursão e passaram a ser cobradas no último feriado de 12 de outubro. Por conta da repercussão, […]


23 de outubro de 2018 09:36

A cobrança de um taxa de turismo que passou a vigorar recentemente para visitantes de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, tem gerado críticas. As taxas variam de R$ 100 a R$ 2,5 mil para veículos de excursão e passaram a ser cobradas no último feriado de 12 de outubro.

Por conta da repercussão, o líder do governo na Câmara Municipal, vereador Dilmo Santiago, chamou os adversários e críticos da medida de “filhos da puta”. A expressão foi usada na última sessão da Câmara, ocorrida na quinta-feira (18/10).

Na fala, o vereador criticou quem especulou que o recurso serviria para reduzir gastos de eleição da prefeita, Cláudia Oliveira.

“O recurso é destinado ao conselho municipal de turismo. Não vai ser destinado à prefeitura, vai ficar no conselho municipal. Não venham nessa ‘ah, porque a prefeita perdeu a eleição, gastou muito, e esse recurso está indo para ela’. Parem de serem filhos da puta”, discursou.

PORTO SEGURO: ‘PAREM DE SER FILHOS DA P*’, BRADA VEREADOR DILMO SANTIAGO SOBRE CRÍTICOS À TAXA DE TURISMO

Depois, o edil pediu desculpas, mas voltou a criticar os opositores. “Me desculpe. Mas peraí. Tudo bem, vereador. Tudo bem, presidente, mas é também brincadeira. Querem acusar, acusar e acusar e ficar por isso mesmo. Tanta mentira em cima de mentira. Nós não vamos aceitar não essa turma de moleques agindo dentro dessa maneira contra a prefeita”, finalizou.

Segundo a prefeitura, as taxas foram aprovadas no ano passado, tanto pela Câmara como pelo Conselho de Turismo local, e já eram de conhecimento público. POR BAHIA NOTICIAS