Buscando votos da esquerda, Ciro tentará desconstruir Haddad em campanha

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, vai tentar desconstruir a imagem de Fernando Haddad (PT), que deve ser lançado como substituto de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa pela sucessão presidencial, nesta terça-feira (11). Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a estratégia do pedetista é buscar eleitores de esquerda. Ciro […]


11 de setembro de 2018 10:16

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, vai tentar desconstruir a imagem de Fernando Haddad (PT), que deve ser lançado como substituto de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na disputa pela sucessão presidencial, nesta terça-feira (11).

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a estratégia do pedetista é buscar eleitores de esquerda. Ciro pretende se apresentar como um nome mais preparado e com mais capacidade para derrotar Jair Bolsonaro (PSL), primeiro lugar nas pesquisas eleitorais, do que Haddad.

Durante a campanha eleitoral, o pedetista deve sustentar a ideia de que Haddad tem pouca experiência administrativa e é uma espécie de “poste de Lula”. Ou seja, chegou apenas à candidatura presidencial por ser apadrinhado do ex-presidente.

O entorno do pedetista também defende que seja feita uma espécie de comparação crítica entre as realizações de Haddad à frente da prefeitura de São Paulo e de Ciro no comando da prefeitura de Fortaleza e do governo do Ceará.