Secretário: Vacinas destinadas aos indígenas de Cabrália serão remanejadas a toda população

Decidimos então que na sexta-feira (12) as vacinas de cidades como Cabrália, Porto Seguro, Pau Brasil e Itamaraju serão remanejadas para outras populações.”


10 de fevereiro de 2021 10:07

Em entrevista ao Jornal da Manhã nesta terça-feira (9), o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, afirmou que é possível que falte vacina para a população na faixa etária dos 80 anos. De acordo com ele, a quantidades de doses que chegaram e o avanço no ritmo da vacinação explicam o risco.

“Já temos mais de 80% das primeiras doses aplicadas e já estamos aplicando também a nova remessa. Talvez não tenha vacina suficientes para vacinar a todos os idosos na casa dos 80 anos, por conta da quantidade que chegou. Mas enquanto houver vacina, estaremos vacinando. Se a gente identificar cidades que receberam mais vacinas do que precisaram, que sempre acontece por erros de cálculo de população com os números do IBGE ou por haver idosos que não podem ser vacinados por conta de comorbidades, nós vamos remanejar essas doses para outras cidades, de modo que a gente possa atender o mais rápido possível o maior número de pessoas”, explicou.

Vilas-Boas afirmou que as cidades do interior avançaram em seus estratégias de imunização, mas que em alguns municípios as vacinas serão remanejadas já nesta semana.

“Começamos com uma lentidão compreensível, havia mudança de gestão em várias secretarias, mas agora já começamos a pegar um ritmo maior. Apenas 20 prefeituras, das 417, estão com menos de 50% do público alvo imunizado. A maioria estão com problemas nas comunidades indígenas. Decidimos então que na sexta-feira (12) as vacinas de cidades como Cabrália, Porto Seguro, Pau Brasil e Itamaraju serão remanejadas para outras populações.”

Questionado sobre a chegada de novas doses, Vilas-Boas afirmou que “está previsto para o dia 17, na próxima semana”, mas que não foi informado sobre a quantidade.

PolíticaLivre