Primeiro desafio de Agnelo em 2017

Grupo do prefeito eleito de Cabrália se divide quanto a cargos comissionados Certa insatisfação já atinge integrantes do grupo do prefeito eleito Agnelo Junior (PSD), principalmente quanto à nomeação em cargos comissionados para a administração que começa em 1º de janeiro de 2017. A polêmica gira em torno da nomeação de integrantes da atual administração, […]


28 de novembro de 2016 10:58

71f5950f-00d6-4ee3-8f99-232caffa96a9Grupo do prefeito eleito de Cabrália se divide quanto a cargos comissionados

Certa insatisfação já atinge integrantes do grupo do prefeito eleito Agnelo Junior (PSD), principalmente quanto à nomeação em cargos comissionados para a administração que começa em 1º de janeiro de 2017.

A polêmica gira em torno da nomeação de integrantes da atual administração, que podem continuar no cargo a partir do ano que vem.

Entre os nomes citados nos bastidores, a briga começou porque defensores de tais nomes argumentam a experiência daqueles em atuação junto à administração municipal.

No entanto, correligionários do prefeito eleito defendem que o próximo governo municipal deveria também prestigiar aqueles que estiveram envolvidos na campanha eleitoral de 02 de outubro de 2016. Argumentam que a nova gestão deveria dar oportunidade a novos nomes, devido ao fato de ser “mudança” a bandeira principal do então candidato Agnelo Junior.

Cabralia inteira sabe que o candidato a prefeito fez promessas para pessoas de seu grupo durante a campanha eleitoral, agora começou os correligionários na briga para indicação a algum cargo de confiança em sinal de gratidão e reconhecimento pelo empenho nas ruas nos últimos meses.

Independentemente de quais nomes a ser anunciados pela gestão para ocupar cargos comissionados, a permanência de integrantes da atual administração ou mesmo a nomeação de novos quadros, deve resultar ainda em descontentamento, principalmente daqueles que ficaram de fora.

Por outro lado, as últimas semanas têm sido de inquietação para pessoas que estiveram na campanha vitoriosa do prefeito eleito Agnelo. Enquanto nos bastidores muito se fala sobre a nomeação de alguns secretários sem qualificação nenhuma, correligionários do PSC ainda não foram convidados para discussão sobre futuras nomeações.

O clima esquentou de vez, segundo informações de bastidores, a confusão geral envolve o futuro secretario de governo, vereadores e financiadores da campanha e um determinado assessor do prefeito eleito.

Em forma geral, o resultado dessas eleições refletiu a busca da população por uma nova forma de política, sem “revanchismos” e “cores partidárias”. “Tudo o que perdura por muito tempo no governo, acaba criando vícios. A máquina pública começa a ficar inchada e a população começa a enxergar esse tipo de coisa.