Prefeito não cumpre acordo e Cabrália fica fora do circuito SulAmericano de Vôlei de Praia

Anunciado como o grande evento do verão 2018, a etapa baiana do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia não será mais realizada em Cabrália. A cidade contemplada foi Nova Viçosa, localizada mais no extremo sul baiano. Segundo informações dos organizadores do evento, Cabrália perdeu o o status de Cidade Sede por desacordo financeiro e por […]


22 de novembro de 2017 09:41

Anunciado como o grande evento do verão 2018, a etapa baiana do Circuito Sul-Americano de Vôlei de Praia não será mais realizada em Cabrália. A cidade contemplada foi Nova Viçosa, localizada mais no extremo sul baiano. Segundo informações dos organizadores do evento, Cabrália perdeu o o status de Cidade Sede por desacordo financeiro e por não cumprir com o que havia sido acordado, do ponto de vista da estrutura para realização de um evento deste porte. O desacordo teria se dado, segundo informações, quando o atual prefeito Carlos Lero, voltou atrás na palavra dada pelo prefeito Agnelo Santos, que havia prometido se empenhar para realização do evento na Terra Mater.
Desde que assumiu interinamente o cargo de prefeito de Cabrália, Lero tem demonstrado que não iria apoiar as ações e a forma de governar de Agnelo Santos. Com mudanças em quase todas as áreas do município, o prefeito em exercício já exonerou diversos servidores de primeiro e segundo escalão, deixando claro que, enquanto Agnelo estiver afastado do cargo, quem manda é ele. Além das exonerações e da mudança na rotina administrativa da prefeitura, Lero vem deixando de cumprir diversos outros acordos assumidos por Agnelo, a exemplo do firmado com a Federação Baiana de Vôlei de Praia.
Outra acusação que pesa sobre Lero, é quanto ao acordo com os funcionários públicos para reajuste e recuperação de perdas salariais. O acordo já tinha sido acertado entre a prefeitura, sindicato e funcionários públicos, mas o prefeito interino voltou a atrás e disse que não vai cumprir o acordado.