Prefeito de Cabrália “avisou” a líder sem terra para invadir fazendas da Veracel

O líder do Movimento Social denominado URC (União de Resistência e Companhia), Antonio Carlos Ferreira Costa, e que ocupa áreas das fazendas Capichaba , Santa Bárbara e Ipiranga em Santa Cruz Cabrália fez graves acusações contra a empresa Veracel, dizendo ter documentos que provam que a empresa praticou crime de lavagem de dinheiro adquirindo terras […]


26 de julho de 2017 16:41

O líder do Movimento Social denominado URC (União de Resistência e Companhia), Antonio Carlos Ferreira Costa, e que ocupa áreas das fazendas Capichaba , Santa Bárbara e Ipiranga em Santa Cruz Cabrália fez graves acusações contra a empresa Veracel, dizendo ter documentos que provam que a empresa praticou crime de lavagem de dinheiro adquirindo terras com valores muito acima do mercado e disse ainda que a multinacional devastou áreas de florestas nativas na cidade.

Em uma entrevista durante ocupação do viveiro da Veracel em Eunápolis, Antônio disse que o Prefeito de Cabrália, Agnelo Silva, teria chamado o URC para uma reunião e criticado a Empresa Veracel dizendo que ela está ocupando irregularmente grandes áreas de terras no município e que são terras do estado da Bahia. Assistam a entrevista:

Uma cópia de e-mail que foi encaminhado para diversas Promotorias de Justiça, Sindicatos rurais e políticos da Bahia e do Brasil, em tom de desafio à imprensa que não teria coragem para publicar seu conteúdo, foi encaminhado por whatsapp para o FUTUCANDO e contém graves acusações que precisam ser investigadas, conforme abaixo: