Prefeito Agnelo Santos teve contas rejeitas pelo tribunal de contas

Agnelo Santos terá que devolver mais de 600mil aos cofres públicos


13 de dezembro de 2019 00:09

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou as contas da prefeitura de Santa Cruz Cabrália sob responsabilidade do prefeito Agnelo Santos. A decisão, tomada nesta quinta-feira (12), analisou as contas de 2018 e constatou que o gestor excedeu o limite de gastos com pessoal estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Os gastos com pessoal em Cabrália superaram o percentual máximo de 54%, alcançando 64,49%. Ao vice-prefeito (prefeito no período de 01/01 a 06/04) foi imputado uma multa de R$ 3.000,00 pelas irregularidades praticadas durante sua gestão. Já Agnelo Santos, responsável pelo período restante até o final de 2018, foi multado em R$ 7.000,00 pelo mesmo motivo. Ambos os gestores também foram punidos com multas equivalentes a 30% dos seus subsídios anuais, pela não recondução da despesa total com pessoal.

Além disso, o prefeito Agnelo Santo terá que ressarcir aos cofres municiais, com recursos pessoais, o montante de R$659.036,08, relativo a ausência de comprovação da efetiva ocorrência de pagamento das folhas salariais, nos meses de setembro, outubro e dezembro.

Coração de mãe sempre cabe mais

Na contramão do Tribunal de Contas do Município, o prefeito deve ir muito além dos 64% (2018) e vai inflar muito mais a folha em ano eleitoral, neste mês de dezembro, o prefeito enviou um projeto de Lei para a Câmara de Vereadores, votado no último dia 10 e aprovado pela maioria (exceção de Xêpa e Indiara), que visa o aumento de contração de mais funcionários para o ano de 2020.

“Vamos aguardar e ver se o prefeito Agnelo Santos vai ser irresponsável e onerar as contas do município para tentar uma nova eleição contratando possíveis cabos eleitorais” disse os vereadores Xêpa e Indiara.