Grupo armado agride agricultores e ateia fogo em acampamento em Santo André

Bando teria exigido que agricultores desocupassem a área


27 de agosto de 2020 12:09

Um grupo formado por pelo menos oito homens armados invadiram um acampamento instalado em uma fazenda em Santo André, município de Santa Cruz Cabrália. O bando teria disparado tiros, ateado fogo em barracas e agredido famílias de agricultores que ocupam a área.

De acordo com informações dos agricultores, os criminosos chegaram ao local em dois carros no fim da tarde de sexta-feira (21). O grupo ameaçou as famílias de morte caso não desocupassem a área.

Os agricultores, que montaram o acampamento há sete anos, acreditam que o bando estava a mando de um empresário que reivindica a propriedade do território.

O acampamento, conforme a informação, fica localizado em uma fazenda de 16 alqueires que é considerada terra devoluta, ou seja, de propriedade do Estado, já que os verdadeiros proprietários abandonaram o local há mais de 15 anos.

Ao todo, 11 agricultores viviam no acampamento. Alguns ficaram amedrontados com a situação e desocuparam a área.

O boletim de ocorrência foi registrado na delegacia local

Radar64