Manchetes

CNH pode custar até R$ 3 mil: veja como tirar a habilitação de graça

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH), também conhecida como carteira de motorista, costuma ficar ainda mais cara com o passar do tempo. Em alguns estados brasileiros, a CNH pode custar até R$ 3 mil. E, na atual crise que o país enfrenta, mesmo sendo por necessidade, nem todo mundo tem esse valor disponível para o investimento. […]


A Carteira Nacional de Habilitação (CNH), também conhecida como carteira de motorista, costuma ficar ainda mais cara com o passar do tempo. Em alguns estados brasileiros, a CNH pode custar até R$ 3 mil. E, na atual crise que o país enfrenta, mesmo sendo por necessidade, nem todo mundo tem esse valor disponível para o investimento.

Uma boa notícia é que o pagamento pode ser feito conforme o andamento das etapas, além disso, também há a possibilidade de pessoas com menos condições financeiras (comprovadamente) conquistarem a primeira habilitação por meio do programa CNH Social.

A CNH Social foi um projeto idealizado pelas companhias SEST (Serviço Social do Transporte) e SENAT (Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte), em 2011. O Governo Federal, acatando a ideia, deu início ao programa, que desde então vem ajudando a população de baixa renda a conquistar a tão sonhada primeira habilitação gratuitamente.

Mas, não são todos os estados que aderiram. Na Bahia, as vagas são disponibilizadas pelo Detran, mas para esse ano ainda não se tem informação referente ao quantitativo de vagas disponíveis. As inscrições são feitas de forma totalmente online. As informações são disponibilizadas no site do órgão.

Entre os requisitos para poder participar do projeto, estão:

– ter 18 anos ou mais, afinal, esta é a idade mínima para tirar a carteira de motorista no Brasil;

– saber ler e escrever;

– ter renda familiar mensal de até 2 salários mínimos;

– ser beneficiário de algum programa social;

– ser estudante de rede pública e ter um bom desempenho;

– é preciso estar desempregado há mais de um ano; e

– ter inscrição no Cadastro Único da Caixa.

Alguns estados abrem vagas para quem é trabalhador rural, portador de alguma deficiência, outros dão prioridade para pessoas com menos condições financeiras que queiram exercer atividade profissional remunerada. Inscrever-se no programa não é garantia de receber a CNH social, já que apenas algumas vagas são disponibilizadas. Com informações do Uol.

. . .

Leia também:

Censo 2022 começa em territórios indígenas

O Censo 2022 começa hoje (10) nos territórios indígenas e vai até 31 de outubro. Serão recenseados os indígenas...

Idosa de 75 anos morre após cair em fossa séptica em Itapebi

Uma idosa de 75 anos morreu após cair em fossa séptica instalada no quintal da casa onde ela morava no município de Itapebi, no extremo...

IBGE começa nesta segunda o Censo 2022

Com o objetivo de levantar dados amplos e confiáveis sobre diversos aspectos da vida dos brasileiros, o Instituto Brasileiro de Geografia...

Bahia registra 1.791 mil casos de Covid-19 e mais 18 mortes em 24h

A Bahia registrou mais 1.791 mil casos de Covid-19 em nas últimas 24 horas de acordo com boletim epidemiológico publicado pela Secretaria...