Câmara de Vereadores de Cabrália recebe novo pedido de cassação do mandato de Agnelo Santos

O prazo para apuração e conclusão de todo o processo é de 90 dias, se comprovada as acusações, o prefeito Agnelo Santos poderá ter seu mandato cassado.


5 de abril de 2019 13:37

A Câmara Municipal de Santa Cruz Cabrália recebeu nesta quarta-feira (4) mais uma denúncia que pede a cassação do prefeito Agnelo Santos (PSD). As acusações são de práticas de infrações políticos-administrativas e crime de responsabilidade.

Segundo a denúncia, o município contratou através de licitação a execução de obras para reforma parcial de praças, drenagem, encostas, etc, junto a empresa CONSTRUTORA JUPARA LTDA-ME, no valor de R$ 1.387.258,73 no ano de 2017.
O vice Carlos Lero (PSC) também pode estar envolvido nas irregularidades apontadas. Ele teria aditivado, como interino, o contrato objeto da denúncia quando estava interino na gestão.

Após recebimento, a Câmara de vereadores emitiu uma nota informando o protocolamento da denúncia, onde será colocada em votação na próxima terça-feira.

“A secretaria da Câmara Municipal de Santa Cruz Cabrália recebeu, na tarde desta quinta-feira, 4, uma nova denúncia contra o prefeito Agnelo dos Santos Júnior por suposta prática de crime político administrativo. Com o protocolo, a denúncia segue para análise da presidência. Se acatada será incluída na pauta do dia e colocada para votação, em plenário, na próxima sessão, terça-feira, dia 9, às 19:30h.”

O prazo para apuração e conclusão de todo o processo é de 90 dias, se comprovada as acusações, o prefeito Agnelo Santos poderá ter seu mandato cassado.

CPI
A Câmara de Vereadores de Santa Cruz Cabrália já havia instaurado no mês passado uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para averiguar possíveis irregularidades cometidas na Prefeitura de Santa Cruz Cabrália no repasse das parcelas do consignado.