Câmara de vereadores abre CPI para investigar o prefeito Agnelo Santos por irregularidades

Após aprovação do requerimento, em sorteio no plenário, foi formada a comissão que irá, com prazo de 90 dias, apurar as denuncias e deliberar sobre o encaminhamento da pauta para votação.


20 de março de 2019 10:37

A Câmara de Vereadores de Santa Cruz Cabrália instaurou na noite desta terça-feira (19) uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para averiguar possíveis irregularidades cometidas na Prefeitura de Santa Cruz Cabrália.

A CPI consiste em investigar o prefeito de Cabrália, Agnelo Santos (PSD) por dois fatos:
1 – denúncia de apropriação indébita em empréstimos consignados, que de acordo com o texto acolhido pela Câmara, o atraso no repasse das parcelas do consignado, acontece desde o início da gestão do atual prefeito, em 2017; 2 – sobre possível prática de ato contrário à dignidade e decoro do cargo, por conferir poderes de decisão da Administração Municipal à pessoa sem função ou cargo no Poder Executivo.

Os vereadores presentes,
Cláudio Alexandre Faria (PV), Luciano Monteiro (PSL), Romali Pairana (PSD), Humberto Cachoeira (PSD), Flávio Almeida de Macedo (PROS) e Agrailson Carvalho (PSC). , aceitaram a denúncia formulada pelo empresário Marcos Vinícius Santana e abriram a CPI contra o prefeito.

Após aprovação do requerimento, em sorteio no plenário, foi formada a comissão que irá, com prazo de 90 dias, apurar as denuncias e deliberar sobre o encaminhamento da pauta para votação.

A Comissão para apuração da denúncia ficou com os vereadores Xepa (relator) e Agrailson e Flavio (comissão).

Com informações de: tribunadodescobrimento