Manchetes

Cabrália já conta com a segunda parcela da alimentação e transporte escolar dos alunos da rede pública

FNDE transferiu R$ 359,3 milhões a entes federativos de todo o país Estados, municípios e o Distrito Federal já podem investir os recursos da segunda parcela de 2017 do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate). O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia […]


FNDE transferiu R$ 359,3 milhões a entes federativos de todo o país

Estados, municípios e o Distrito Federal já podem investir os recursos da segunda parcela de 2017 do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e do Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate). O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação, repassou R$ 359,3 milhões, referentes aos dois programas, durante esta semana.

Do montante transferido, R$ 306,7 milhões destinam-se a apoiar a alimentação escolar de estudantes da educação básica. Outros R$ 52,6 milhões foram repassados para o transporte de alunos residentes em áreas rurais às escolas públicas de ensino básico. O valor transferido a cada beneficiário pode ser conferido no portal eletrônico do FNDE (www.fnde.gov.br), em Liberação de recursos.

Neste ano, os valores repassados pelo Pnae foram reajustados, após sete anos sem aumento do per capita. Para os alunos dos ensinos fundamental e médio regular, por exemplo, que representam 71% dos atendidos pelo programa, o reajuste ficou em 20%. Esse reajuste vai injetar mais R$ 465 milhões, somente este ano, na alimentação escolar dos alunos das redes públicas. Com isso, o orçamento do Pnae para 2017 chega a R$ 4,15 bilhões.

Os recursos do programa são liberados em dez parcelas, de forma a cobrir os 200 dias do ano letivo da educação básica. As secretarias da educação, que são responsáveis pelas redes de ensino, recebem os valores e operam a alimentação escolar.

São atendidos pelo Pnae os alunos de toda a educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos) matriculados em escolas públicas, filantrópicas e em entidades comunitárias (conveniadas com o poder público). Um mínimo de 30% dos recursos transferidos deve ser utilizado na compra de produtos da agricultura familiar.

Transporte – O Programa Nacional de Apoio ao Transporte do Escolar (Pnate) repassa recursos, também em dez parcelas, a estados e municípios com estudantes da educação básica residentes na zona rural. A transferência é automática, sem necessidade de convênio, e os recursos devem ser utilizados no custeio de despesas diversas, como consertos mecânicos, compra de combustível ou terceirização do serviço de transporte escolar.

Fonte: Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação

. . .

Leia também:

Cabrália registra 17 casos ativos, Bahia registra 5.248 casos ativos de Covid-19 e mais 9 óbitos

Na Bahia, nas últimas 24 horas, foram registrados 1.991 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,13%) e 1.051 recuperados (+0,07%)....

PRF lança Operação Corpus Christi 2022 na Bahia

Corpus Christi é um dos feriados cristãos mais comemorados no Brasil. Neste ano de 2022 a comemoração ocorrerá no dia 16 de junho,...

Três prisões em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e munições de uso restrito

Policiais da 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), de Eunápolis prenderam quatro pessoas, apreenderam um...

Com mais de 60 mil atendimentos, Policlínica Regional da Costa do Descobrimento completa primeiro ano de funcionamento

Nesta sexta-feira, 10, o presidente do Consórcio Interfederativo de Saúde e prefeito de Santa Cruz Cabrália, Agnelo Santos, participou...

60% dos baianos vacinados contra a Covid-19 não reforçaram a imunização com as 3ª e 4ª doses

Do total de 11,6 milhões de baianos vacinados com as 1ª e 2ª doses de vacina contra a Covid-19, cerca de 6,1 milhões de pessoas...