Cabrália insegura: Chacina teria sido motivada por “desrespeito” a toque de recolher

A chacina que aconteceu em cabralia na noite desta sexta feira(10), quando duas pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas, teria sido motivada porque a dona do bar onde ocorreu a chacina, teria “desrespeitado” o toque de recolher imposto por traficantes da área. Segundo levantamentos, a algumas semanas atrás, um dono de um bar conhecido […]


11 de março de 2017 12:54

A chacina que aconteceu em cabralia na noite desta sexta feira(10), quando duas pessoas morreram e outras quatro ficaram feridas, teria sido motivada porque a dona do bar onde ocorreu a chacina, teria “desrespeitado” o toque de recolher imposto por traficantes da área.

Segundo levantamentos, a algumas semanas atrás, um dono de um bar conhecido como Val, teria agredido o pai de um traficante e o mesmo teria jurado de se vingar.
Val então, teria deixado o bairro do Campo Verde e fugido com medo de ser morto.
Os traficantes, teriam instaurado então o toque de recolher, proibindo as pessoas de saírem a rua é o comércio de funcionar a noite, até que Val fosse encontrado.
Dona Mirinha, proprietária do bar onde ocorreu a chacina, “desrespeitou” a ordem algumas vezes, sendo ameaçada, mesmo assim, continuou a abrir o bar.
Na noite de ontem, dois homens em uma moto, chegaram no bar, mandaram que todos se deitassem no chão e abriram fogo aleatoriamente.
Entre as vítimas, um filho de dona Mirinha de 12 anos está internado em estado grave no hospital e um outro de 15 anos, foi assassinado.
Pelo que se sabe, nenhuma das vítimas tinham passagem ou envolvimento no crime.
Ainda não se sabe quem foram os autores da chacina e ninguém foi preso até o momento.