Cabrália ganha Rede de Proteção à Mulher

Nesta quinta-feira, 30/9, foi lançada oficialmente, na Câmara de Vereadores, a Rede de Proteção à Mulher em Santa Cruz Cabrália. A solenidade contou com a participação do prefeito de Cabrália, Agnelo Santos; comandante do 8º Batalhão da PM, tenente-coronel Alexandre Souza; presidente da Câmara, Rita Soraia; juíza da comarca, Tarcísia de Oliveira; capitão PM Márcio […]


30 de setembro de 2021 16:49

Nesta quinta-feira, 30/9, foi lançada oficialmente, na Câmara de Vereadores, a Rede de Proteção à Mulher em Santa Cruz Cabrália. A solenidade contou com a participação do prefeito de Cabrália, Agnelo Santos; comandante do 8º Batalhão da PM, tenente-coronel Alexandre Souza; presidente da Câmara, Rita Soraia; juíza da comarca, Tarcísia de Oliveira; capitão PM Márcio Henrique, e diversas autoridades municipais, vereadores, secretários, funcionários, representantes das mulheres e de órgãos envolvidos na rede.


Na ocasião, foi assinado um Termo de Cooperação entre os órgãos que integram a rede, onde estes se comprometem a colaborar com afinco, dentro das suas respectivas competências, no enfrentamento à violência doméstica.
A partir de agora, as mulheres de Cabrália passam a contar com esse importante apoio para fazer valer seus direitos e proteção em casos de violência, conforme estabelece a Lei Maria da Penha. “Hoje é um dia muito importante para todos nós, pois através dessa parceria, vamos lutar ainda mais para fazer valer a proteção das mulheres cabralienses”, disse o prefeito Agnelo Santos.


Para Kandara Pataxó, coordenadora do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), é preciso dar uma basta na violência contra as mulheres. “Aqui temos agora essa importante rede instalada e também o primeiro CRAM indígena do País. É preciso que façamos valer nossos direitos, pois não somos somente um número ou estatística, somos mulheres, mães e temos que dar um basta nisso”, afirmou.