Após o dinheiro do asfalto “sumir”, prefeito vai fazer 500 metros de bloquete

O que houve com o asfalto?


23 de dezembro de 2019 09:34
Foto: Via41

No dia 13 de dezembro de 2019, o prefeito Agnelo Santos (PSD) lançou a pedra fundamental para a pavimentação do Geraldão a Tânia. No evento o prefeito acompanhado de secretários e vereadores posou para fotos com bloquetes de calçamento. Mas ficou a pergunta, e o prometido asfalto?

Agnelo Santos assinando ordem de serviço para asfaltar o trecho que liga os bairros Campinho, Geraldão e Tânia

Em julho o Cabrália Agora publicou uma matéria do aniversário de dois anos da “Ordem de serviço do asfalto do Campinho-Geraldão-Tânia completa 2 ano”. Nesse período as promessas foram inúmeras, deixando os moradores ansiosos e em alguns casos nervosos.

Outdoor que anunciava 21mil m² de asfalto

Mas então o que houve para a mudança de asfalto para calçamento? Em 2017, no aniversário de 184 de emancipação da cidade, ela foi anunciada como a maior obra de pavimentação da história da cidade, teria 21mil m² de asfalto usando recursos próprios, contanto com ciclovia e passeio para pedestres.

Uma possível explicação vem do próprio gestor, em seu retorno em abril de 2018, após 5 meses de afastamento por determinação da Justiça Federal (Operação Fraterno), Agnelo acusou o vice-prefeito Carlos Lero de ter cometido irresponsabilidades administrativas sem precedentes, deixando o estado financeiro do município abalado, o que resultou na interrupção da obra. Curiosamente, o próprio Lero posa para fotos no lançamento da pedra fundamental.
Confira o vídeo: