Ano eleitoral: Após 3 ordens de serviços e 4 secretários de saúde, prefeito deve reformar hospital agora

O prazo para a conclusão do serviço está entre 90 e 120 dias.


7 de julho de 2020 10:47

Após 3 anos da assinatura da primeira Ordem de Serviço e vários anúncios da reforma geral do Hospital Professor José Maria de Magalhães Netto, finalmente ela será concretizada. O anúncio foi divulgado nesta segunda-feira (6).

Assinatura da primeira Ordem de Serviço da Reforma do Hospital, em 2017

A assinatura “Ordem de Serviço para Reforma do Hospital” foi realizada no dia 02 de outubro de 2017. Como consta na matéria no próprio Site da Prefeitura. Naquela data, ao lado da então secretária de Saúde Márcia Quaresma, secretário de infraestrutura Geraldo Gordilho e vários vereadores, o prefeito afirmou seu compromisso com a saúde em sua gestão: “A saúde é nossa prioridade”.

Prefeito Agnelo Santos, Presidente da Câmara de Vereadores Romali Pairana, Rodrigo Rabelo, Fiscal da caixa econômica, Secretário de Saúde, Bruno Pessoa, ex-vereadora Soraia, em 2019

Em fevereiro de 2019 houve um novo anúncio da reforma, desta vez com a presença do novo secretário de saúde, Bruno Pessoa. Na ocasião eles fizeram uma vistoria, posaram para fotos e anunciaram que na semana seguinte seria emitido nota técnica para o processo de licitação.

O RECURSO
O recurso para essa interminável reforma, segundo o próprio prefeito na época, é uma verba parlamentar advinda do deputado federal Claudio Cajado, como anunciado no dia 01 de junho de 2017, no valor de R$ 1.900.000,00 (Um milhão e novecentos mil reais) para ser usado em pavimentação, reforma do hospital e banheiros. Desta quantia, a parte destinado à reforma do hospital, o prefeito Agnelo havia anunciado já ter em caixa (na época) R$ 400,000,00.

NOVOS VALORES
Nesse novo anúncio de junho de 2020, o valores tiveram alterações significativas em relação ao início da obra, segundo matéria divulgada pela prefeitura, a verba por meio de uma emenda parlamentar do Parlamentar Cláudio Cajado – DEM, junto ao Ministério da Saúde – Governo Federal, o investimento chega à R$342.895,12. Segundo o gestor, as obras serão feitas em 03 etapas e irá precisar de recurso próprio, pois de acordo com a administração, para a reforma total o orçamento chega a aproximadamente R$600 mil.

ELEIÇÕES
Antes tarde do que nunca, só soa estranho é uma reforma total do hospital nesse momento onde mais precisamos de um novo ou uma grande obra de ampliação, já que todos hospitais da região estão superlotados.

O prefeito Agnelo Santos teve três anos, entre quatro secretários de saúde e ordens de serviços para fazer a reforma do Hospital, agora já próximo da eleição em período de pandemia ele finalmente resolve fazer a obra
Ano eleitoral e as pressas para inauguração podem fazer um serviço meia boca , cabe a população ficar de olho .