Secretário chama atenção para aumento de casos da Covid-19 no Sul da Bahia

Fábio Vilas-Boas pediu que moradores redobrem os cuidados


10 de abril de 2020 16:17

O aumento no número de casos confirmados da Covid-19 nos municípios do Sul da Bahia levou o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, a emitir um alerta para os moradores dessa região. Em vídeo publicado no Twitter, ele pediu que as pessoas mantenham a quarentena e o uso de máscaras. As cidades dessa região tem a maior quantidade de infectados, atrás apenas de Salvador e Feira de Santana.

Segundo os dados do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesab), até às 17h desta quinta-feira (10), eram 568 casos confirmados da doença no estado, o que representa 5,54% das notificações. Salvador lidera o ranking com 312 pacientes, sendo seguida de Feira de Santana (39). Depois vem os municípios do Sul como Ilhéus (25), Itabuna (18), Vitória da Conquista (13), Ipiaú (12), e Porto Seguro (10). O secretário chamou a atenção para outras cidades que também ficam na região.

“Estou me dirigindo a quem mora na região Sul da Bahia, desde o Baixo-Sul de Valença até Canavieiras, passando pela região de Ubaitaba, Ipiaú, Ubatã, até Jequié. Essa é uma região que está enfrentando nesse momento um forte surto, um forte crescimento no número de casos, e nós precisamos tomar medidas para combater e restringir esse crescimento”, disse.

Ele pediu para os moradores obedecerem às medidas de isolamento e seguirem as orientações de prevenção. “Fique em casa, feche o comércio, não saia para a rua, e se precisar sair coloque uma máscara de pano. Proteja você. Proteja sua família. Proteja os seus colegas de trabalho e seus amigos. É preciso fazer com que a gente pare imediatamente o crescimento acelerado dos casos de coronavírus em toda a região Sul da Bahia”, afirmou.


Até esta quinta-feira, o município de Ubatã tinha quatro casos confirmados da doença, sem nenhuma morte. Jequié tem um paciente e não há registro de óbitos. As outras cidades citadas pelo secretário não registraram casos da Covid-19, mas ficam na região em que o número de ocorrências está crescendo nas últimas semanas.

Correio24horas