Manchetes

Número de casos confirmados de malária cresce 289% em dois dias no sul baiano

Surto está sendo acompanhado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab)


O número de casos confirmados de malária em cidades do extremo-sul da Bahia saltou de 9 para 36, um aumento de 289%. A Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) acompanha o surto na região e enviou técnicos e materiais para análise dos casos. Os resultados foram confirmados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen).

Já na semana passada, a Sesab tinha identificado nove casos de malária: um em Porto Seguro, outro em Itamaraju, e sete em Itabela. Nessa terça-feira, a Secretaria informou que há 36 casos confirmados na região até o momento, dos quais 35 são no município de Itabela e um em Porto Seguro.

A pasta informou ainda que já foram enviados técnicos da Vigilância Epidemiológica estadual para os municípios, para pesquisa do vetor (o mosquito do gênero Anopheles), e oferta de treinamento sobre o manejo clínico dos pacientes, além de reconhecimento geográfico e delimitação da área de risco, com busca ativa de casos suspeitos e tratamento supervisionado. Também foram encaminhados 120 mosquiteiros de casal e 200 mosquiteiros de solteiro.

Os últimos casos registrados de malária na Bahia foram em 2018, com 77 casos confirmações de residentes do município de Wenceslau Guimarães, pelo exame gota espessa.

A malária é transmitida pela picada de mosquitos Anopheles infectados com o parasita, o protozoário Plasmodium. A doença também pode ser transmitida por compartilhamento de seringas, transfusão de sangue e de mãe para o feto, na gravidez.

Entre os sintomas estão febre alta, calafrios, sudorese e dor de cabeça, dores musculares, taquicardia e aumento do baço. Nos casos letais, o paciente desenvolve o que se chama de malária cerebral.

. . .

Leia também:

Censo 2022 começa em territórios indígenas

O Censo 2022 começa hoje (10) nos territórios indígenas e vai até 31 de outubro. Serão recenseados os indígenas...

Idosa de 75 anos morre após cair em fossa séptica em Itapebi

Uma idosa de 75 anos morreu após cair em fossa séptica instalada no quintal da casa onde ela morava no município de Itapebi, no extremo...

CNH pode custar até R$ 3 mil: veja como tirar a habilitação de graça

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH), também conhecida como carteira de motorista, costuma ficar ainda mais cara com o passar do...

IBGE começa nesta segunda o Censo 2022

Com o objetivo de levantar dados amplos e confiáveis sobre diversos aspectos da vida dos brasileiros, o Instituto Brasileiro de Geografia...